18 novembro, 2006

Pensamento

"As palavras nem sempre são palavras, porque elas são o que são sem significado".

Frase encontrada num caderno velho de anotações do ano de 2003, não me recordo se é uma frase minha.

6 comentários:

Givanildo Santos disse...

"É um filósofo".
Ou seria um "fisiologista".
Quem sabe um "fisionomista".
Não, com certeza é um "filólogo".

Ora! Que besteira.
São apenas palavras, não é mesmo?

João Paulo Medeiros disse...

Eita, Giva pegou pesado com a filosofia gilbertiniana!

Na verdade o que nosso filósofo quisdizer foi que, que , que ,que, é , é,éeeee han,han,han, .... isso aí!

Exatamente isso que voc~e está pensando!

As palavras são somente...

LeNildo Ferreira disse...

Rapaz, acho q isso quer dizer como seriam as coisas se elas pudessem ser diferentes do q elas são, sem deixar de ser o que são e deveriam ser. Ou ao contrário.

João Paulo Medeiros disse...

Não não, gordo. Acho que na verdade a filosofia gilbertiniana vai mais além...

A afirmativa diz que as coisas não são como poderiam ser se elas não fossem. Ou seja, elas não são o que são. Porque no fundo (não o que aprendemos em latinha) constituem aquilo que poderiam ser se, evidentemente e, por ventura, não fossem isso que são.

AnJaka disse...

Hey Gilberto, Happy merry christmas.
see you soon, Gilberto

AnJaka disse...

Hey Gilberto, Happy merry christmas.
see you soon, Gilberto